Quem ainda não conhece a obra de arte da escultora Meryl Smith está tendo a oportunidade de conhecer aqui no blog.

Essa famosa escultura em formato de bolsa de mão não é um produto da Louis Vuitton, chama-se “Bagagem Excessiva” e foi criada para um grupo de exibição no qual os curadores pediram aos artistas que criassem obras do tamanho de bagagem de mão.

Meryl criou a obra com intenção de alertar as pessoas em relação ao materialismo exagerado, que muitas vezes destrói a natureza e tudo o que nela é contido à troco de produtos que proporcionam estética e vaidade.

Não, não vale a pena destruir coisas tão essenciais como a natureza e os animais para criar itens muitas vezes fúteis, que poderiam ser feitos de qualquer outro material, de preferência que não agrida o meio ambiente.

Mas garanto que algumas pessoas mais “descoladas” gostaram da idéia do design da bolsa!

Dá pra acreditar que foi feita praticamente com tela de metal, papel mache, tira de couro e tinta?

Grande artista, obra incrivelmente interessante.

Anúncios